sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

Evolução patrimonial em 2020

    Vamos aos registros dos números do ano de 2020, o qual foi um ano desafiador, mas também com oportunidades no mercado.

Sou um pequeno investidor em busca de uma situação mais segura e confortável dentro do que é possível no Brasil. Os dados demonstrados NÃO são recomendações de investimentos.


    Sem mais delongas, os números foram os seguintes: iniciei o ano com patrimônio financeiro na casa dos R$ 50 mil reais. Por meio de aportes mensais e mais alguma rentabilidade nos investimentos, o ano termina com patrimônio financeiro no patamar de R$ 130 mil reais:



    Crescimento por meio dos aportes e da rentabilidade ao longo do ano:


    Realidade dos aportes: funça do médio escalão com rendimentos mensais razoáveis em comparação à realidade do brasileiro médio. A meta é aporte constante ao menos de R$ 5 mil reais mensais.

    A alocação dos ativos é demonstrada a seguir e explicada abaixo:


    O grande percentual numa conta poupança é temporário e se refere aos aportes de final de ano não enviados para investimentos em renda fixa ou renda variável. O valor mantido em poupança é uma reserva financeira excepcional para garantir segurança de despesas relativas ao nascimento do meu filho. 

    O normal é manter um caixa de R$ 3 mil reais na poupança para despesas eventuais não previstas, como franquia de seguros, empréstimos a parentes, etc. Como é provável que não seja utilizada a reserva mantida na poupança, no início de 2021 será alocada em outros ativos financeiros.

    O grande percentual em títulos públicos, mais do que sinal de conservadorismo, se deve ao projeto de aquisição de imóvel próprio. A ideia é chegar a um bom saldo em títulos públicos e estudar as oportunidades do mercado, podendo dar uma entrada para financiamento imobiliário ou aportar por prazo mais longo para adquirir imóvel à vista.

    Os investimentos em renda variável objetivam formar um patrimônio que me dê tranquilidade a longo prazo (20 anos ou mais). O plano é ter um portfólio de ativos que me paguem bons dividendos quando eu me aposentar, de forma que eu não fique dependente dos regimes previdenciários.

    O detalhamento dos investimentos em renda variável segue abaixo:



    Rentabilidade das ações em 2020:



    Detalhamento das ações e rentabilidade histórica (mais acertos que erros ao longo de 1 ano e meio de investimento na bolsa, com muito o que melhorar ainda):



    Detalhamento dos setores e rentabilidade dos fundos de investimentos imobiliários:





Comentários e metas para 2021:

    Eu considero que tenho um patrimônio menor do que eu deveria, por alguns fatores: sempre tive rendimentos baixos, os quais só aumentaram há cerca de 2 anos, depois que virei funça, e fui muito incompetente na gestão dos meu recursos. Por falta de educação financeira, não aportava e gastava mal o pouco que eu tinha. Felizmente, por meio da educação financeira posso mudar essa realidade agora.

    Os planos para 2021 são aportes mensais constantes e priorização de alocação nos títulos públicos para aquisição de imóvel. Considero importante ter imóvel próprio e a principal meta é essa. Quando finalmente conseguir, quiçá ano que vem ou até 2025, dependendo das vantagens e desvantagens de um financiamento imobiliário e das condições do mercado, priorizarei o fundo de aposentadoria (ações e FII's).

    Não descarto investimentos no exterior ou em bitcoins futuramente, sendo que é algo que foge um pouco das minhas metas principais de curto prazo.

    Os dados demonstrados NÃO são recomendações de investimentos e o autor não se responsabiliza por decisões tomadas com base nas informações mencionadas.

6 comentários:

  1. É isso ai meu chapa!
    começamos o anos parecidos e terminamos praticamente parecidos também.

    2021 nossos patrimonios iram decolar para caramba, acredito demais nisso!

    Abração e feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  2. O seu patrimônio cresceu bem, AC. Passou dos 100 mil, que é considerado na blogosfera como sendo a "primeira barreira" da IF. Isso é motivo de orgulho.
    Em relação ao imóvel, caso não seja possível pagar a vista, financie o mínimo possível e adiante prestações todo mês, pedindo para abater do prazo.
    Abraço e feliz 2021!

    ResponderExcluir
  3. Concordo com o Mago!!! Barreira dos R$ 100k é a mais difícil de alcançar. Depois disso é só corrigir a direção.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo fechamento, muito bom! Apesar de você achar que tem menos do que deveria ter isso já é uma evolução muito boa, educação financeira vem ao longo do tempo, hoje vc é mais educado que ontem e assim vai continuar e evolução no futuro, não se cobre muito.

    Que venha 2021!

    PS.: Achei seus gráficos muito massa!! Hahaha

    ResponderExcluir
  5. Olá, A.C
    Bem vindo ao mundo dos poupadores e que vc possa atingir seu objetivo de adquirir um imóvel. Tente casar o prazo do TD com seu objetivo, pois não é possível saber a que taxa os títulos estarão futuramente, assim vc não ficará à mercê da marcação a mercado.
    Um ótimo 2021.

    ResponderExcluir
  6. parabéns pela evolução
    ótimo relatório com´ótimo detalhamento
    parece que bitcoins como reserva de valor ao lado do euro e do dolar está sendo bastante utilizado ultimamente

    abs!

    ResponderExcluir